Empossada a nova diretoria executiva do IPMV

0
282

Os membros eleitos do Conselho Administrativo e Financeiro (CAF) e a presidente reeleita foram empossados na quarta-feira, 12, em solenidade que teve início às 08 horas no auditório do Instituto de Previdência Municipal de Vilhena (IPMV).

O prefeito Eduardo Japonês e a vice-prefeita Maria José, presentes à solenidade, avalizaram a posse dos novos membros do CAF e da servidora Helena Almeida na presidência da autarquia.

O evento contou ainda com a presença do presidente da Associação dos Servidores Municipais (Asmuv), Ranulfo de Camargo, do presidente do Sindicato dos Servidores Municipais do Cone Sul (Sindsul), Wnaderley Campos, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Wilson Alves de Sousa Filho, o gerente geral da Caixa Econômica em Vilhena, José Fabiano, o ex-presidente do IPMV, Carlos Dias, o representante da empresa Eficaz Consultoria de Ariquemes, Anderson da Silva, servidores de várias secretarias, amigos e familiares dos empossados.

Os novos diretores foram eleitos no dia 04 de junho para o quadriênio 2018/2022 com votação exclusiva entre os servidores concursados. A nova diretoria executiva do IPMV ficou assim formada:

Presidente do IPMV – Helena Fernandes Rosa dos Reis Almeida

Conselho Administrativo e Fiscal

  • Bruno Cristiano Neves Stedile (Semad) – Presidente do CAF
  • Emerson da Silva (Câmara de Vereadores)
  • Daysilane Lucia da Silva de Alencar (Semed)
  • Sanderson Pego da Paz (Semosp)
  • Aline Moreira (Paço Municipal)
  • Rita Marta Correia ( Lotada na Semtic, entrou na vaga da Semus)
  • Poliana de Souza Girolometto (Inativos, lotada na Semed)

Eduardo Japonês, após dar posse ao novo comando da previdência municipal, reforçou seu compromisso de trabalhar em favor do funcionalismo público e manter bom entendimento com os diretores do IPMV. “Temos que preparar hoje o futuro dos servidores da Prefeitura e todos nós temos essa responsabilidade. É através da previdência municipal que na doença ou na aposentadoria, o servidor público terá o seu amparo. Precisamos trabalhar em sintonia para que esses direitos sejam mantidos e respeitados”, destacou o prefeito.

Após a fala do prefeito, o presidente do CAF, Bruno Cristiano Neves Stedile, escolhido entre os próprios conselheiros, fez um breve relato sobre o início da implantação do IPMV. “Havia muitas dúvidas sobre a previdência municipal e o assunto foi polêmico no primeiro ano de instalação. Aos poucos, as coisas foram se ajustando e hoje temos certeza que fizemos a melhor escolha. Lembro do saudoso José Carlos Alves, o Neguinho, que foi um dos grandes incentivadores para que saíssemos da previdência geral e passássemos para a municipal. No ano de criação do IPMV (2006) e alguns meses antes do seu falecimento, o Neguinho me disse que esse projeto tinha que ser aprovado, pois era o nosso futuro que estava em jogo e que ninguém sabe o dia de amanhã. Hoje, o auditório do IPMV leva o nome dele”, ressaltou.

De acordo com a Lei 2.120/2007 que instituiu a estrutura organizacional da previdência municipal, compete ao Conselho Administrativo e Financeiro do Instituto de Previdência Municipal de Vilhena (IPMV) decidir sobre a aplicação dos recursos financeiros da autarquia e sobre o uso de seu patrimônio, estabelecendo diretrizes e planos para concessão dos benefícios previdenciários em favor dos segurados.

A presidente do IPMV empossada disse que a atuação CAF é fundamental para todo o processo de desempenho do instituto e que o alvo será sempre os servidores segurados. “Com certeza estaremos unindo forças para que o resultado de nosso trabalho seja eficaz e a contento aos interesses dos servidores no momento que procurarem auxílio do IPMV. E esse é o compromisso do Instituto de Previdência, ou seja, amparar o servidor nos casos de doença e aposentadoria”, finalizou Helena Almeida.

Assessoria/IPMV

Fotos: Ribamar Araújo