PRF cumpre mais quatro mandados de prisão na BR-364

0
111

Os agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) capturaram mais 04 foragidos da justiça, nas últimas 24 horas. Os fatos sucederam na BR-364, nas cidades de Itapuã do Oeste, Jaru e Ji-Paraná.

Por volta das 17h30 do dia 14/09, a primeira ocorrência foi registrada no quilômetro 600 da BR-364, quando a equipe da PRF abordou um táxi RENAULT/MEGANESD D, cor preta, ano 2008, para fiscalização de rotina. Efetuada consultas nos sistemas de segurança, os policiais encontraram em desfavor do passageiro de 38 anos de idade, um mandado de prisão em aberto, expedido pela 2° Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, acusado de cometer homicídio.

Na noite desta última quarta-feira (14), os agentes da PRF abordaram um ônibus que fazia linha de Porto Velho/RO a Costa Marques/RO, no quilômetro 432 da BR 364 e após verificar os documentos dos ocupantes, os policiais constataram em desfavor do passageiro de 39 anos de idade, um mandado de prisão em aberto, acusado de cometido crime de trânsito, expedido pela 1° Vara Única do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia.

Nesta madrugada, quinta-feira, 15, os policiais rodoviários federais abordaram um ônibus do itinerário de Porto Velho/RO e Goiânia/GO, no quilômetro 340 da BR 364. Consultado os documentos pessoais dos passageiros no banco de dados, os policiais constataram a existência de um mandado de prisão em aberto, expedido pela 13° Vara Criminal de Cuiabá/MT, em desfavor do ocupante de 32 anos de idade, acusado de tráfico de drogas e condutas afins.

Por fim, às 02h30 de hoje, os agentes da PRF abordaram no quilômetro 352 da BR 364, outro ônibus de transporte interestadual, para fiscalização de rotina. Ao efetuar consultas nos sistemas, os policiais constataram em desfavor da passageira de 29 anos, um mandado de prisão, expedido pela 1° Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, acusada de cometer furto, no município de Jaru/RO.

Diante dos fatos, as ocorrências foram encaminhadas para a Polícia Civil local.

Nucom RO

Foto: Ilustrativa